Buscar
  • Pitacos

Podcast "E tem mais", com Monalisa Perrone, mostra assuntos relevantes do momento

Milene Gabriela


O jornalismo como deve ser: simples e fácil de entender. Monalisa Perrone, de segunda a sexta, sempre no início da manhã, mergulha nos assuntos mais importantes do momento. Em seu podcast E tem mais, ela conversa com especialistas, analistas, repórteres, para explicar e aprofundar temas relevantes do noticiário. Desde que foi lançado, em março, o podcast reúne mais de 150 episódios com temas variados, mas sempre relevantes.

(Capa do Podcast / Imagem: Reprodução)


A quarentena se tornou a realidade de muitos brasileiros, em alguns episódios é abordado assuntos sobre o isolamento. Apesar de muitas atividades já terem sido retomadas, o podcast tem mostrado como é a vida em quarentena, além de muitos temas significativos como os desafios de uma campanha eleitoral em tempos de pandemia, queimadas no Pantanal, desigualdade econômica e aquecimento global.


Na estreia do podcast, Monalisa Perrone conversou com um estudante em busca de entender o que muda na vida de alguém que passa a maior parte do tempo dentro de um quarto. O estudante estava na Itália a passeio, quando foi surpreendido pelos sintomas da covid-19 e, logo em seguida, pela confirmação que ele havia contraído o vírus.


No dia 21 de setembro, a jornalista Roberta Russo apresentou o podcast no lugar de Perrone, ao lado da repórter Débora Freitas, autora de uma reportagem sobre a subnotificação nos casos de abuso de crianças e adolescentes durante a pandemia. A conversa também contou com a psicóloga Vanuza Campanini, que foi vítima desse tipo de violência na infância e hoje trabalha para ajudar vítimas de abuso sexuais em Manaus. No episódio foi informado à diminuição de abuso sexual de crianças e adolescentes, na pandemia. Os números são menores do que os do mesmo período do ano passado, mas apesar da queda nas ocorrências do crime de estupro de vulnerável, especialistas afirmam que não há motivo para comemorar. A quantidade menor de registros pode ser explicada pelo fechamento de creches e escolas, já que as denúncias geralmente são feitas por educadores, professores e cuidadores. A veracidade na queda dos números de denúncias e a alta na ocorrência dos abusos contra mulheres e idosos subiram nesse período, confirmando à subnotificação no caso.


Neste podcast, a semana acontece uma coisa nova, com temáticas variadas e temos que nos atualizar. Perrone sabe transitar entre o papo informal, descontraído, aduzindo diversidade do assunto, com seriedade e naturalidade. O tempo médio dos episódios variam entre 20-40 minutos, é possível escutar em site, plataforma de música ou em um aplicativo só de podcast no celular, e até mesmo ir ouvindo quando preferir. Ele se adapta facilmente às mais diversas rotinas, durante o transporte público ou na hora das tarefas do dia a dia.


19 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo