Buscar
  • Pitacos

O podcast mais fantástico de todos os tempos

Anne Poly


A era dos podcasts chegou para ficar, e os canais abertos de televisão estão se adaptando a essa forma de gerar conteúdo jornalístico. O “Fantástico”, da Rede Globo, também aderiu à ferramenta inovadora ao criar o podcast Isso é Fantástico, com postagens semanais sobre as principais reportagens do programa . A dinâmica das gravações é leve e de fácil compreensão, tudo graças aos recortes de Murilo Salviano, jornalista famoso por cobrir crises políticas em Brasília. Ele convida os repórteres que constituem as matérias a serem discutidas, e, de quebra, também chama profissionais e indivíduos que tenham alguma relação com o tema.

(Capa do podcast/ Imagem: Reprodução)


A grosso modo, o podcast poderia ser entendido como um complemento do “Fantástico”, conceito desfeito a partir do entendimento mais amplo da essência dos episódios. Todos revelam um olhar mais intimista para com o telespectador, além do enfoque nas perspectivas dos jornalistas que fizeram parte das investigações. A afobação de se entregar múltiplas reportagens por programa não permite o deleite na informação, o que não é um problema na produção do podcast. Os cerca de 30 minutos por semana permitem uma visão aproximada dos detalhes das reportagens, sem pressa.


Um exemplo da qualidade do conteúdo pode ser notado no episódio 54, intitulado como "Isso é Fantástico - Flordelis: ascensão e queda", edição comemorativa do primeiro ano de existência do podcast. A participação de Sérgio Lopes, promotor do Ministério Público do Rio de Janeiro, e do produtor investigativo Mohamed Saigg foi vital para o pleno conhecimento acerca das acusações que giram em torno da deputada Flordelis, que é apontada como mandante de um assassinato polêmico que abalou o Brasil. O ponto de vista de Sérgio, ao descrever a reação da acusada no momento em que a arma do crime foi encontrada em sua casa, leva o ouvinte a explorar novas informações, antes desconhecidas pelo grande público. Mohamed também apresenta a realidade chocante de uma possível mentira que a deputada contou enquanto era entrevistada por ele. A desconstrução da imagem perfeita de Flordelis desmascara a sua verdadeira identidade.


Além da gama de assuntos interessantes, o podcast consegue a proeza de atrair a atenção do público naturalmente, sem títulos apelativos ou outras tentativas exageradas de gerar maior engajamento. A marca de mais de 2 milhões de downloads é símbolo da excelência das produções e celebra o sucesso do estilo despojado no qual os episódios são apresentados. O fácil acesso às gravações é um ponto que deve ser levado em conta: as publicações são feitas tanto no Spotify quanto no site do G1. O processo de escutar os podcasts lançados não é nada complexo, e pode ser feito durante as atividades do dia a dia.


Isso é Fantástico é um podcast que faz jus ao nome. De forma simples, informativa e dinâmica, ele conduz o ouvinte a sentir que faz parte das conversas semanais, fator que é ainda mais importante diante de um momento de isolamento social. Assistir ao “Fantástico” aos domingos e escutar um pouco mais sobre uma investigação nele apresentada às segundas (dia em que os episódios são lançados) pode se tornar um prazer para aqueles que têm uma rotina agitada e ainda assim almejam compreender os principais assuntos do momento em sua totalidade. Vale a pena dar uma chance à mais nova ferramenta de comunicação da Globo, que surgiu há pouco mais de um ano e veio para ficar.


39 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo