Buscar
  • Pitacos

O Podcast “Ao Ponto” contempla a nova (ou não) era do Jornalismo

Atualizado: 14 de nov. de 2020

Maria Nobre

No carro, no ônibus, em filas ou no trabalho, os podcasts acompanham o dia-a-dia de muitos ao redor do mundo. Especificamente no Brasil, esses têm ganhando bastante visibilidade nos últimos anos. Mas afinal, o que é isso? Longe de um mero programa de rádio ou dos chamados audio-books, o podcast nasceu há mais de 15 anos junto com o Apple iPod, e veio se desenvolvendo até chegar no formato que é conhecido hoje. Com pautas sobre política, economia, empreendedorismo e cultura pop, é possível aprender sobre qualquer assunto e, graças a plataformas como Spotify e Deezer, em qualquer lugar. Nesse contexto, o Ao Ponto do jornal O Globo vem ganhando popularidade entre aqueles que diariamente se atualizam pelos fones de ouvido.


Com a alta dos podcasts e o surgimento de uma nova frente para o jornalismo, foi comum à muitos dos maiores veículos de imprensa a criação de seu próprio programa, como foi com o G1, Folha, Revista Piauí e alguns outros. Todos com a intenção de informar, mas cada um de uma forma única, diferindo tanto no direcionamento do programa quanto na abordagem dos assuntos. Nesse quesito o Ao ponto, lançado em julho de 2019, consegue ganhar espaço tanto pela duração, que para um podcast informativo, é bem curta, com cerca de 20 minutos, como pelo formato de cada episódio. Apresentado pelos editores do O Globo, Carolina Morand e por Roberto Maltchik, o podcast tem seus episódios lançados de segunda a sexta-feira, (inclusive nos feriados!) e consegue trazer de forma ampla e bem direcionada, pautas atuais e necessária ao ouvinte.

(Logo do podcast “Ao Ponto” do jornal O Globo/ Imagem: Reprodução)


Com convidados especialistas, que destrincham os assuntos trazidos, o “Ao Ponto” ultrapassa a barreira da informação e não apenas situa sua audiência em relação às notícias, mas também incentiva um olhar mais crítico sobre as questões de circundam o mundo. Com pautas amplas, como a dependência do Brasil com relação à China e o uso da tecnologia na logística do e-commerce, é possível, dentro de um só tópico, entender melhor a respeito do cenário político, econômico ou social, tanto em uma esfera nacional, como internacional.


Em seu primeiro episódio, o Ao Ponto trouxe os jornalistas Ancelmo Gois e Lauro Jardim para comentarem o polêmico primeiro semestre do governo Bolsonaro e os possíveis próximos passos do presidente. Com bagagem e um olhar mais sensato em relação às prospecções para o país, os jornalistas, assim como os apresentadores, demonstraram a dinâmica do podcast que, mais de um ano depois de sua estreia, se mantém com a mesma “cara”. Apresentado de forma séria, porém didática, o programa se torna uma ótima fonte de notícias para todo e qualquer tipo de ouvinte.

(Os jornalistas convidados Ancelmo Gois e Lauro Jardim durante a gravação do piloto do Ao Ponto/ Imagem: reprodução)


Seja com cientistas políticos, mestres ou doutores, o programa sempre acerta em cheio ao trazer como convidados os melhores profissionais para falar sobre muitas das pautas mais importantes da atualidade. Com perguntas interessantes e diretas, Morand e Maltchik conduzem de forma impecável o programa, que faz jus ao nome, e cumpre seu papel de trazer para o público informação clara e responsável. Contemplando uma das mídias mais populares da atualidade, o Ao Ponto aproxima, de forma dinâmica e atual, seus ouvintes das notícias, fazendo dos podcasts um meio de propagar informações completas, para além das manchetes.

Em uma época em que a produtividade é necessária e, até mesmo, vislumbrada, os tão famosos podcasts informativos se adequam bem à conveniência de otimizar o tempo. Além da funcionalidade, é preciso deixar claro a necessidade do jornalismo e do seu papel de informar, já que, em tempos de fake news, conteúdo jornalístico de fácil acesso é o primeiro (e fundamental) passo para a derrocada a desinformação. Para os amantes da imprensa, a curiosidade e o conhecimento sempre serão os melhores amigos de um jornalista, o que faz do Ao Ponto uma ótima dose de tudo que há de melhor na profissão.


39 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo