Buscar

Álvaro Loureiro: o passado, presente e futuro das mídias esportivas

Atualizado: 5 de out. de 2021

Adriano Assumpção


Na noite do dia 22 de setembro de 2021, quarta-feira, o jornalista esportivo Álvaro Loureiro marcou presença no ECOnversa e bateu um papo sobre sua carreira, a profissão em si e contou algumas de suas experiências mais marcantes.



Vindo da pequena Paraguaçu Paulista, cidade com cerca de 40 mil habitantes, Álvaro falou sobre suas dúvidas de garoto entre cursar jornalismo ou direito e como a vontade de se comunicar e o gosto pelo esporte se fizeram decisivos na sua escolha. Por ser de uma cidade pequena, recordou de como foi sair de casa para buscar seu sonho e encarar suas primeiras oportunidades no jornalismo, situação que ele recomenda a todos, pois muitas vezes não começamos no emprego dos sonhos.


Álvaro queria começar sua carreira trabalhando na TV e falando, principalmente, de esporte, mas teve sua primeira chance no jornalismo na Rádio e fez o máximo para participar do maior número possível de editorias disponíveis para se aprimorar e estar preparado para as oportunidades.


Falando sobre o futuro de sua profissão, o jornalista comentou sobre como será a forma de falar de esportes nos próximos anos. Álvaro disse que está ocorrendo uma mudança nas mídias esportivas, com uma abordagem mais leve e com o auxílio das novas tecnologias. Mas defende que ainda há espaço para todo mundo e que nenhum tipo de meio de comunicação, seja rádio, televisão ou internet, pode ser descartado, já que cada um tem suas próprias qualidades.


Na parte final da entrevista, foi reservado um espaço para falar sobre o momento presente de sua carreira. O entrevistado falou sobre suas realizações, seja cobrindo grandes eventos, como a libertadores da américa, conhecendo personalidades do jornalismo, ou entrevistando grandes nomes do esporte como o Zico ou Ronaldo. Álvaro contou também sobre como é lidar com os companheiros de profissão de distintas emissoras e, diferente do que pensam, do companheirismo que existe entre os repórteres, se ajudando muitas vezes, e também sobre seu lado apresentador, papel que ele adora desempenhar em conjunto com a reportagem.


Concluindo a entrevista, Álvaro deu um conselho de ouro para todos os futuros jornalistas: acreditar em si mesmo, ter suas referências, preparação e, principalmente, disposição! Muito mais da entrevista, como gafes e bastidores de Álvaro, e de outros bate papos como esse, você pode acompanhar no Instagram do ECOnversa (@econversaufrj).




11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo